Buscar
  • João M.M.F. Silva

3 Razões Para Separar o Pessoal Do Empresarial

Atualizado: 19 de Ago de 2020

É muito comum que pequenos empresários misturem sua vida pessoal com sua empresa, principalmente no que diz respeito a finanças. Os lucros de um trabalho acabam se tornando o salário do dono da empresa e o dinheiro poupado no âmbito pessoal acaba se tornando o capital de giro da empresa. Considerando que muitos pequenos negócios começam como uma forma de gerar renda extra, esse fenômeno é ainda mais comum, e por que não dizer aceitável até um certo ponto? Todavia existem razões de sobra para se separar a pessoa física da pessoa jurídica, dentre elas a segurança legal, a gestão mais eficaz e o aumento das chances de sobrevivência da empresa.



O primeiro motivo para homologar o divórcio entre o pessoal e o empresarial, é a proteção jurídica que o patrimônio dos sócios adquire a partir dessa separação. Afinal, de tempos em tempos, tem-se notícias de acidentes ou incidentes que ocorrem no trabalho. Um prestador de serviços que não tem sua empresa registrada está sujeito a responder com seus bens pessoais nessas situações. Ou seja, o empresário responde com sua casa, carro, ou qualquer outro ativo que venha a possuir, conforme a lei determinar. Por outro lado, registrar sua empresa faz com que a própria pague por possíveis prejuízos causados, protegendo os bens dos proprietários do negócio. É importante lembrar que existem várias formas de cadastrar sua empresa, tais como LLC, S Corp e C Corp, e que cada forma proporciona determinada proteção legal.


O segundo motivo para separar sua empresa de sua vida particular é ter um controle financeiro mais eficaz. Imagine que determinado mês suas finanças fecharam com U$3,000.00 no vermelho. Não ter uma separação entre o financeiro pessoal do corporativo, tornará sua vida muito mais complicada ao tentar identificar a razão do déficit. Pode ser que sua empresa tenha performado de forma ruim, ou pode ser que tenha gasto dentro de casa mais do que o adequado para aquele mês. De qualquer forma, se as finanças estivessem organizadas (separadas), seria muito mais fácil identificar o problema.


A terceira razão para diferenciar entre aquilo que é pessoal e empresarial é o favorecimento da longevidade da empresa através de uma boa gestão de capital de giro. Para quem não é familiar com o termo, o capital de giro de uma empresa é a quantidade de dinheiro necessária para bancar o funcionamento da empresa durante determinado período. A falta desse recurso é um dos principais motivos que leva empresas à falência de acordo com o SEBRAE. Enquanto o dinheiro de sua empresa e de sua pessoa física forem para a mesma conta, seu capital de giro estará limitado à sua poupança pessoal. É importante frisar que empresas normalmente movimentam muito mais dinheiro que pessoas físicas. Logo, a poupança pessoal de um empreendedor tende a ser menor que a necessidade de capital de giro de uma empresa. O resultado disso é a falência precoce de muitas empresas por falta desse capital.


Para concluir, o ambiente corporativo tem se tornado cada vez mais competitivo. Por isso, empresas que não possuem uma segurança jurídica, uma boa gestão financeira e uma resistência financeira significativa (dinheiro em caixa) em situações não desejadas, tendem a sair do mercado. Isso tem sido notável nos últimos meses, quando empresas de todo porte fecharam as portas por não suportarem a crise financeira decorrente do Coronavírus. Se você se encontra nessa situação em que sua vida pessoal e empresarial estão misturadas e não deseja o mesmo para sua empresa, é tempo de homologar esse divórcio, principalmente no que diz respeito às finanças. Dessa forma você terá condições de administrar melhor seu negócio e usufruir de forma plena do fruto de seu trabalho.


Link oficial da Small Business Administration

https://www.sba.gov/business-guide/launch-your-business/choose-business-structure


Pesquisa SEBRAE (Causa Mortis)

https://bibliotecas.sebrae.com.br/chronus/ARQUIVOS_CHRONUS/bds/bds.nsf/333000e30d218194165cd787496e57f9/$File/5712.pdf

49 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo