Buscar
  • João M.M.F. Silva

Como tocar o seu cliente nesse Dezembro

Com o advento das redes sociais combinado a um estilo de vida corrido, conseguir a atenção do cliente acabou se tornando algo ainda mais desafiador. Por isso, empresas buscam várias formas inovadoras de atrair a atenção do cliente. Dessa busca constante surgem novas estratégias de Marketing tais como guerrilha e mais ultimamente, Marketing Digital. Essas formas são marcadas pela eficiência e eficácia em alcançar os resultados desejados. Todavia, não são as únicas formas de tocar o cliente. Nesse artigo vamos discutir estratégias de fidelizar seu cliente nesse dezembro.


A primeira forma é uma estratégia pouco convencional. O Marketing de guerrilha tem como objetivo atrair a atenção por meio da criatividade e da energia. Um exemplo disso, foi a máquina da felicidade da Coca-Cola* colocada em diversas partes do planeta. A máquina, semelhante a uma máquina de vendas comum, tem uma pessoa dentro que cada vez entrega uma surpresa para alguém que se aproxima para comprar um refrigerante. Ora ela entrega várias garrafas do refrigerante, ora flores, ora balões, e assim por diante. O interessante da campanha é que a campanha está em sintonia com o lema antigo da empresa que incentiva pessoas a compartilharem a felicidade, implicando que o refrigerante causa esse sentimento. Além do resultado, o que foi fantástico; devido ao fato de terem associado isso ao marketing digital, foi possível “viralizar” os vídeos, o que fez com que essa estratégia simples tivesse um alcance de mais de 10 milhões de pessoas em determinados vídeos publicados pela companhia.

Outra estratégia bastante utilizada atualmente é o marketing digital. É impossível desconsiderar a importância de seu business estar no digital. Em pesquisa apresentada** pela Agência Brasil, instituição responsável pela Voz do Brasil, o brasileiro gasta em torno de 3 horas e 40 minutos em frente de um smartphone por dia. Isso faz do Brasil o terceiro país do ranking de pessoas que utilizam o aparelho por mais tempo. Enquanto os americanos gastam 2 horas e 55 minutos em média de acordo com a Emarketer***. O Marketing Digital é uma ferramenta extremamente útil para que se tenha uma interação com o cliente. Atualmente, devido a esse recurso, pessoas comuns têm acesso a pessoas que são referências em suas respectivas áreas. Um exemplo disso é o Flavio Augusto, proprietário WiseUp e do Orlando City SC, respondendo perguntas nos stories do Instagram para pessoas que nunca terão a oportunidade de conhecê-lo pessoalmente. Os tempos mudaram!

Para concluir, gostaria de apresentar uma estratégia um pouco mais tradicional. Todos sabem que em dezembro se celebra o Natal. Sabe-se também, que na cultura americana é tempo de se entregar cartões e presentes. Essas particularidades, torna propício uma aproximação mais pessoal com o cliente. Afinal de contas, como diria um digital marketer Pedro Quintanilha “CNPJ não toma café”. Para que esse contato seja mais pessoal e gere uma experiência mais agradável, é importante que nesse cartão você seja grato pelo que passou ao invés de tentar vender mais algum produto. Outro ponto importante a se considerar é o tempo de fabricação dos postcards e de envio pelo correio. Você não gostaria de receber cartões de natal atrasados! Certo? E para concluir, o escrever à mão o endereço e os votos natalinos também pode ser um diferencial, apesar de não ser possível em todos os casos.

Independentemente de qual forma de alcançar o cliente sua empresa escolheu, o mais importante é não perder as oportunidades de contato com o cliente, o que pode gerar uma maior fidelização do mesmo.


*Disponível em: https://youtu.be/lqT_dPApj9U

** Disponível em: https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2020-01/brasil-e-o-3o-pais-em-que-pessoas-passam-mais-tempo-em-aplicativos

*** Disponível em: https://www.emarketer.com/content/us-time-spent-with-mobile-2019

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
 
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
  • LinkedIn

©2020 by Right Path Business Solutions Inc.